Benefícios do treino funcional na areia

107_245-alt-areia-5

Há três anos como responsável pelo Treino na Areia (equipe de preparação física funcional), no Rio de Janeiro, verifiquei vários benefícios deste trabalho. Além do treino funcional na areia ser mais intenso, também há diminuição do impacto sofrido pelas articulações, já que o terreno é mais propício a absorver o peso do indivíduo.

Um terreno com menos impacto é uma ótima forma de elevar o volume semanal de treinos e poupar articulações e ossos, evitando, por exemplo, a canelite, uma inflamação que agride o principal osso da canela, a tíbia, ou os tendões e músculos que a cercam. Contudo, esse terreno proporciona uma grande exigência muscular, pois faz-se muita força no momento da propulsão (impulso para frente) ou quando tiramos o pé da areia. Ou seja, a areia oferece maior intensidade no treinamento e maior aumento de gasto calórico.

A mesmice de muitas academias com seus aparelhos acaba por desagradar vários alunos, assim, o ‘treinar ao ar livre’ está ganhando cada vez mais adeptos. Claro, também é preciso tomar cuidado, pois o treinamento em lugares abertos, como na areia, rua ou parques, é mais intenso e, desse modo, é devidamente aconselhável e imprescindível procurar um profissional de educação física registrado no Conselho de Educação Física da sua região.

Em relação à areia, há dois tipos de terreno: areia fofa e areia dura. Correr na areia dura é muito parecido com correr no asfalto, mas há o agravante de que a maioria dos lugares onde a areia é dura o terreno é muito inclinado, prejudicando a coluna vertebral do atleta. Já na areia fofa há menor impacto articular e maior desequilíbrio. Essa instabilidade do terreno, para quem não é forte o suficiente (ausência dos treinos na musculação), pode desencadear problemas crônicos como lombalgia (dor na região lombar, região mais baixa da coluna perto da bacia). Ao realizar o treinamento físico no asfalto ou em uma quadra, a possibilidade de existirem torções nas articulações é reduzida, pois o terreno é regular, porém o impacto nas articulações é maior, podendo provocar outros tipos de lesões nas articulações dos joelhos e tornozelos.

Desse modo, um dos benefícios de treinar na areia é porque há redução considerável desse impacto, os músculos proprioceptores são estimulados devido à irregularidade do terreno e esse trabalho de equilíbrio e propriocepção (capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo, sua orientação e posição, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação às demais sem precisar utilizar a visão) auxilia na prevenção de algumas lesões.  Porém, por se tratar de um terreno irregular, o risco de lesões ligamentares se torna maior.  Sendo assim, é fundamental realizar exercícios de aquecimento e alongamento antes e após os treinos. Então, além de se exercitar sob a orientação de um profissional, é recomendado consultar um médico antes de qualquer prática de atividade física.

Fonte: Natue

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s